Alternativas acessíveis da indústria cosméticas: Panvel

De novo o assunto: beleza. Ai ai, e claro, vai direto para a seção “balelas”. Uma balelinha nova pra alegrar o dia.

A indústria cosmética está em um vaporoso e saltitante processo de expansão no Brasil, mais uma vitória do Capital sobre nossa vida. Não sabemos as proporções que tal expansão vai atingir, mas, claro, o meio ambiente é o primeiro a pagar a conta.  O segundo a pagar a conta é o nosso bolso, mas desse a gente consegue contabilizar o impacto. Na ideia de descobrir e divulgar produtos bons e baratos, o Colcha traz esse post.

Por mais que a gente não goste, somos sim refém da indústria cosmética, em menor ou maior escala, mas somos. Mesmo que a gente não use tudo o que tem disponível no mercado, todo o mundo usa sabonete, xampu, pasta de dente e desodorante.

Tão absurdo quanto nossa dependência por determinados produtos, são os preços a que eles podem chegar. Gente, esses troços são caros “DEMÁS”. Retomo a discussão: as coisas não podem ser caras, todos têm direito ao acesso. Veja, o aquecimento global está aí, é uma realidade e não podemos negar, a indústria e toda uma galera diz que devemos usar protetor solar, e infelizmente, é verdade. Infelizmente mesmo. Mas protetor solar não é barato, é fedido e oleoso. Uma fórmula sem óleo e sem cheiro ruim pode custar até uns R$100 dinheiros. Caro demais… Olha a  segregação social aí, gente.

A linha própria da rede Panvel de farmácias oferece produtos bons a preços “populares”, bem acessíveis. A preços similares aos produtos da Avon quando estão na promoção, na Panvel você compra muitas cositas com as vantagens de ter o produto na hora e poder ler a fórmula, luxo negado pelos catálogos Avon e da Natura, por exemplo.

As fotinhas acima são exemplos de produtos bons da rede, são eles: sabonete facial em gel R$ 8,90, base líquida sem óleo – R$ 11,49, e hidratante facial FPS 15 – R$ 12,68.

Apesar de não ser uma rede nacional, é possível adquirir os produtos pelo site www.panvel.com. Ainda não tenho certeza sobre os testes em animais, pois cada produto vem de um laboratório diferente, mas pelo que averiguei os laboratórios não fazem estudos, só fabricam coisas de fórmulas já consolidadas. Tá, tudo bem, a gente sabe que em algum momento da história qualquer ingrediente já foi testado em animais. O que não tem remédio, remediado está, o importante agora é buscarmos boicotar aqueles que ainda mantém a prática.

Anúncios

O que você tem a dizer sobre isso? Fale mais...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: