Passeio de balão em Boituva: uma volta no céu

Quando a gente pensa em passeio de balão imediatamente a Capadócia nos vem à mente. Mal sabemos nós que aqui em solo tupiniquim é possível viver essa aventura tão poética, tão cheia de magia e significados. Pois bem, na pequena Boituva, há pouco mais de 100km da capital paulista temos a capital do paraquedismo AND do balonismo no Brasil, minha gente!

Balões sendo enchidos

A descoberta veio do mais simples acaso, uma busca rápida no google para “viagens curtas no interior de São Paulo”, Boituva está entre os cinco destinos. Ao descobrir a força do balonismo na cidade não tive dúvidas: estou indo! Já!

A hora da decolagem

Voei pela Escola Brasileira de Balonismo, o voo custou R$ 345,00 e dura entre 40 minutos a 1:10h, vai depender muito do vento, pois no balão não temos muito como controlar direção e velocidade, o que eles controlam é a altura. E sim vai alto, atravessa nuvem e a gente sente o céu da forma mais poética e próxima que acredito ser possível ao homem, pois devido a baixa velocidade a gente sente o momento com muita sutileza.

O fogo é a única ferramenta de controle do voo

Os voos são sempre ao amanhecer, a gente chega ao local por volta das 5:30h da manhã, o voo começa entre 06:15 e 06:30 e duram de 40 minutos a 1h, vai depender muito da intensidade do vento, pois ele que conduz o trajeto. Os cestos do balão são subdivididos, e eles distribuem as pessoas de acordo com o peso, para equilibrar.

Da hora que você sobe no balão até a hora que desce não tem um momento que não seja incrível, mas o ápice acontece com o nascer do sol, que é bem na hora que estamos subindo, e depois quando ultrapassamos as primeiras nuvem e vemos o céu lá de cima.

Nascer do sol na hora da decolagem

Voo por cima das nuvens

Ainda não consigo descrever o que eu senti lá em cima, tem muita gente, todo mundo empolgado, conversando, o que gera uma energia positiva, mas ao mesmo tempo perdemos um momento de ficarmos em silêncio, olharmos para dentro de nós e agradecer imensamente pela dádiva que é a vida nessa criação divina tão perfeita, tão cheia de poesia.

Consegui permanecer alguns instantes no mais absoluto silêncio e na medida do possível busquei um estado meditativo, e foi nesse dia, que me senti parte do Universo, a existência de Deus em todos os detalhes, a presença de seus servos e mais do que nunca me senti grata, imensamente grata!

ps: vá de bota, tênis ou algum calçado de trilha, pois a aterrisagem é no meio do pasto úmido e, muitas vezes, alto. 

Anúncios

O que você tem a dizer sobre isso? Fale mais...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: