Quatro filmes sobre amor e amizade no Netflix

Oiiii!

 

O Netflix, apesar das dificuldades para encontrarmos algumas coisas, tem um paraíso de filmes alternativos e cheios de poesia para os cinéfilos de plantão. Hoje trago quatro filminhos delícia de se ver no domingo à tarde, ou antes de dormir, ou passando roupa, ou… a hora que quiser! Cola aí:

  1. Flipped / O primeiro amor

É a história de duas famílias vizinhas em que uma tem uma vida mais modesta e a outra é metida a besta. Juli, a filha dos diferentões é aficionada por Bryce, o filho caçula de seus vizinhos. Cada situação desde a infância deles até o dia que ele Bryce finalmente percebe como ele foi mané, já adolescente, é contada pelos meninos sob o ponto de vista de cada um, ou seja, cada fato é narrado duas vezes, uma por Bryce, outra por Juli.

Por que vale a pena?

Porque a história é linda, a fotografia, o clima nostálgico (a narrativa começa nos anos 1960) e porque a poesia em torno da excentricidade de Juli é mágica. Esse filme nos faz pensar sobre o quanto julgamos o desconhecido e como as coisas vão muito, mas muito além das aparências. Com ele a gente também consegue ver como a família é importante na formação do caráter e da opinião das crianças, de como elas precisam de apoio, diálogo e incentivo, e de como podemos ensinar nossos filhos a serem adultos incríveis ou pessoas cheias de preconceito e falta de amor. A cena de Julianos sentindo o perfume de Bryce na sala de aula é algo que lembro quase que semanalmente.

Detalhes sobre o filme*: 

Data de lançamento 7 de janeiro de 2011 (1h 30min)
Direção: Rob Reiner
Nacionalidade EUA

 

2. What if? / Será que?

 

 

Nesse filminho batuta estrelado pelo Harry Potter, digo, Daniel Radcliffe e Zoe Kazan a gente conhece a história de como dois grandes amigos podem de repente se apaixonar. Na verdade Wallace (Daniel) se apaixona por Chantry (Zoe) desde o começo, mas ela mora com o namorado. Então eles levam uma amizade leve e cheia de cumplicidade. Até que um belo dia Chantry se dá conta de tudo, percebe que o namorado é um babaca e corre para os braços de Wallace? Não, ela treta com o coitado! Não vou dar spoiler, corre lá assistir e dar umas risadas!

Por que vale a pena?

Porque essa história fala sobre amizade, lealdade e também sobre como a falta de cuidado acaba com o amor no relacionamento. Ele também mostra como o não dito pode ser tão doloroso quanto falar demais. Elementos curiosos compõe a fotografia, por exemplo o vermelho, que é uma cor que se destaca por todo o filme, bastante presente em elementos do cenário e no figurino de Chantry.

Detalhes sobre o filme*: 

Data de lançamento 25 de setembro de 2014 (1h 38min)
Direção: Michael Dowse
Nacionalidades Irlanda, Canadá

3.  Love, Rosie / Simplesmente acontece

 


Não é de hoje que Lily Colins mostra a que veio, ela é ótima em tudo que faz, estou pensando em preparar um post com alguns filmes dela, porque ela é demais!

Em Love, Rosie (Lily), Rosie e Alex (Sam Clafin) são melhores amigos e atravessam juntos várias fases da vida. Rosie engravida na festa de formatura e tem seus sonhos de futuro pausados pela chegada e sua filha, Alex segue o baile e vai embora da Inglaterra para estudar em Havard. Apesar da distância nunca perdem o contato. Cada um construindo sua vida, mas aquele algo a dizer entre eles permanece por toda a história. Aquele amor não declarado, sabe? Os dois se casam, se separam até que no fim… finalmente Alex deixa de ser trouxa. Novamente não vou dar spoiler, só digo que o filme é lindo e fala muito sobre vida, sonhos e de como fazer caipirinha com os limões que o destino nos dá!

Por que vale a pena?

Porque a fotografia é linda, a história é bonita e o desfecho, por mais que seja o esperado, surpreende, pois nos mostra que às vezes as coisas não são exatamente como queríamos, mas sempre é possível adaptar a realidade para realizarmos nossos sonhos.

Detalhes sobre o filme*: 
Data de lançamento 5 de março de 2015 (1h 42min)
Direção: Christian Ditter
Gêneros Comédia , Romance
Nacionalidades Reino Unido, Alemanha

4. Where the heart is / Onde mora o coração

 

Com Natalie Portman protagonizando o negócio não tem como ser ruim, essa é mais um mulherão da porra que tudo que faz, faz bem feito. Trata da história de Novalee (Natalie) que é abandonada pelo noivo gente boa no meio do nada, grávida em frente a um Wall Mart. Ela é tão ingênua que não se apavora e leva a gravidez toda dormindo no mercado. Até que um belo dia o bebê nasce e o bibliotecário da cidade (James Frain) a socorre. A partir do nascimento da bebê, que ela dá o nome de Americus, a história se desenrola e a vida de Novalee começa a tomar rumo.

Por que vale a pena?

Esse é um daqueles filmes que nos surpreendem a cada nova cena. Abandono, violência doméstica, sonhos, desilusões e ajuda vindo de onde menos esperamos são os elementos chave que compõe a narrativa. Personagens excêntricos e cenas pra lá de caricatas – como quando no meio da oração o casal pede perdão por ter fornicado em cima da mesa – em meio aos dramas das personagens dão mais leveza ao enredo. A poesia é tanta que de vez em quando, no meio do cotidiano, aparece na memória alguma passagem do filme que ou a gente perde o ar, ou sorri. Vale a pena demais!

Detalhes sobre o filme*:
*Os dados técnicos dos filmes foram extraídos do AdoroCinema, conforme links. 
Divirta-se,
Namastê<3
Anúncios

  Um comentário sobre “Quatro filmes sobre amor e amizade no Netflix

  1. Talita
    outubro 22, 2017 às 12:42 pm

    Adorei as dicas!!

    Curtir

O que você tem a dizer sobre isso? Fale mais...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: